Vai se mudar? Confira as dicas de quem já fez mudança 7x na Bay Area!

Hoje o assunto é Mudança e tem a participação de Vanusa Melo do blog blog.vanusamelo.com Entenda como funciona o processo de mudança para uma nova residência na Bay Area, com dicas sobre empresas que prestam este serviço, como ele funciona, valores, além de outras informações relevantes que só quem já passou por isso tantas vezes pode explicar tão bem.
 
Segue:

3096111340_ef82fd3dfc_z.jpg

Então você está morando na Bay Area há algum tempo e seu contrato de aluguel está quase vencendo? O que todo mundo quer é estar em um apartamento com rent control, onde o valor do aluguel é controlado. No entanto, atualmente isto é muito difícil porque somente prédios construídos antes de junho de 1979, ou seja, prédios bem antigos, oferecem este controle no contrato e por isso os moradores tem apenas um pequeno ajuste no aluguel. Quem está em um apartamento assim, dificilmente vai sair!

As vezes o aumento não é muito elevado, aí vale a pena continuar no mesmo lugar, mas quando o aumento passa de $200 aí já começa a complicar. Se você é como eu e ainda não encontrou o “apartamento dos ovos de ouro” e sempre que o contrato vai terminando já começa aquela aflição em saber se o valor do aluguel vai aumentar e por consequência, terá que se mudar, saiba que  já me mudei 7 vezes de apartamento desde que vim morar aqui na Bay Area, então já consegui aprender um pouco como funciona o processo.

Se você tiver móveis, vai precisar de uma empresa para agilizar sua mudança. Existem muitas no mercado e a maioria é muito parecida. Tive experiência com baratas e caras e o serviço foi sempre bem parecido. Então percebi que não vale a pena pagar muito a mais por isso. O importante é pagar o seguro contra danos e usar caixas para tudo que for transportar. Se tiver objetos frágeis, vale pagar por embalagem apropriada que as próprias empresas têm. Eu tenho uma TV grande e sempre pago uns $50 para usar uma caixa de madeira acolchoada por dentro que deixa a TV bem firme. Assim como para mesas de vidro, por exemplo.

3344771391_02b74ac075_z.jpg

Caixas: Falo das caixas porque elas são realmente importantes. A primeira mudança que fiz usei poucas caixas e a mudança demorou muito mais, ficando bem mais cara. Como as empresas de mudança, em sua maioria recebem por hora, tudo que facilitar na hora de carregar e descarregar o caminhão vale a pena. Por isso, agora eu coloco tudo em caixas de mudança, com etiquetas para eu saber em qual parte da casa os carregadores devem deixar cada caixa. Até mesmo eletrodomésticos que já têm suas caixas (sim, eu guardo todas) eu coloco em caixas maiores, pois agiliza muito o processo.

O melhor lugar que achei pra comprar caixas de mudança foi na The Packaging Store. Os preços são razoáveis e a qualidade das caixas são bem superiores se comparado com o Office Depot, por exemplo.
 
Sobre o serviço de mudança: Geralmente as empresas preferem que você deixe tudo em caixas, deixando apenas os móveis para eles, porque desta forma  a mudança é mais rápida e eles têm tempo de fazer até duas mudanças por dia. Porém, todas as empresas que pesquisei oferecem os dois tipos de serviço. Eles me deram o mesmo preço por hora, valores baratos como $95/h, até bem caros como $180/h. A diferença no valor total, vai depender do tempo que eles levarão para deixar tudo pronto. Portanto, se você contrata a empresa para fazer tudo desde o encaixotamento até a organização na casa nova, o valor será bem mais elevado.  Teve uma empresa que fazia um preço fixo, mas ficou em torno de $1500 para fazer a mudança sem encaixotamento. Eu achei que não valeria a pena, porque pelas experiências anteriores, geralmente gastei em torno de $700 para a mudança toda. Em média uma mudança onde eles vêm na sua casa carregam tudo que já estava nas caixas, desmontam os móveis, levam tudo pra casa nova, descarregam as caixas (se tiver com etiquetas eles colocam no lugar certo da casa, por exemplo, caixas com etiquetas de cozinha, na cozinha) e montam os móveis novamente, demora de 3 a 4 horas (tempo médio para mudança de um apartamento de um quarto). Sendo assim dá pra ter uma idéia do quanto demoraria para fazer uma mudança completa, sem precisar “por a mão em nada”.

Fica ao critério do cliente se a empresa de mudança vai fazer uma coisa ou outra, mas sinceramente, prefiro fazer eu mesma a parte de encaixotar, pois tenho o carinho que cada coisa merece. Nem sempre um livro ou uma panela tem o mesmo valor para toda pessoa.

A maioria das empresas cobram pelo material usado durante a mudança, exceto pelos cobertores usados para proteger os móveis. Mas fitas, protetores de TV, mesa de vidro, capa para colchão, tudo é cobrado.

Outro ponto a considerar é a distancia entre um endereço e outro, pois o tempo que eles passam dirigindo é cobrabo em dobro, ou seja, se levou 15 minutos dirigindo até a casa nova, serão contados 30 minutos. Quando as empresas te passarem o orçamento, é bom também confirmar quantas pessoas virão, porque isso interfere no tempo da mudança. Geralmente vem 3 homens, o motorista, que também faz força e mais dois carregadores. Eles têm prática, uma vez vi um deles carregando meu sofá de tres lugares nas costas. Sozinho!

Leafcutter_ants.jpg

O segredo é agendar com antecedência, pois assim até o preço é melhor. As empresas com o melhor custo benefício que usei foram a Spartan Moving e a Delancey Street Movers, mas sempre vale dar uma pesquisada no google, pois os preços variam de um mês para outro.

Seguro: Isso é uma coisa que toda empresa de mudança tem. Sempre com um valor bem acessível (em média $25) não é obrigatório, mas vale a pena pagar, pois cobre danos causados pelos carregadores. Esses danos incluem móveis quebrados e danos no prédio do seu apartamento (o novo e o velho). Algumas empresas de aluguel exigem que você tenha  seguro na hora de se mudar.

Pagamento: Quando você agenda a sua mudança, a empresa vai cobrar do seu cartão de crédito uma parte do valor orçado, como garantia de que você não vai desistir do serviço com eles. Mas caso vc desista, desde que seja com antecedência, eles devolvem o dinheiro. Você pode pagar com o próprio cartão de crédito usado antes (quando você liga pra agendar, eles pegam o numero do seu cartão por telefone) ou em cheque ou dinheiro no final da mudança. Lembre-se sempre de reservar um pouco para a gorjeta. Eles sempre esperam!

PS: Os valor médio de $700 que citei acima estava incluindo todos os custos.

Bom, espero que com a minha experiência possa ajudar quem estiver pensando em se mudar. Não deixe de compartilhar as suas dicas e experiências também. Boa mudança!

Relax.jpg

Quanto dinheiro você precisa ter para comprovar que tem condições de estudar no exterior

Uma dúvida muito frequente daqueles que pretendem estudar nos Estados Unidos é sobre o montante de dinheiro que o estudante precisa ter para comprovar que tem condições de se manter no exterior durante o período do seu intercâmbio.
 
Os valores que devem ser comprovados são os seguintes: 
  • 3-meses de programa – $4.000,00;
  • 6-meses – $8.000,00;
  • Um ano ou mais, $16.000,00.
dolarxrealOu seja, para fazer um ano de intercâmbio você precisa comprovar, via extrato bancário que tem 16 mil dólares na sua conta bancária. Como nossa moeda é o real, é preciso mostrar extratos em reais que se convertidos tenham este montante.
 
Este valor é exigido pelo governo americano para que o estudante possa fazer o visto, desta forma, as escolas pedem um extrato bancário do aluno comprovando a renda na hora de fazer a matrícula sempre que se optar pelo visto de estudante. O extrato deverá ser apresentado também na hora da entrevista para o visto americano.
 
Se você não tiver todo o montante na sua conta, pode mencionar que seu pai, por exemplo, será o responsável financeiro pela sua viagem e mostrar os extratos no nome dele, neste caso, seu pai deverá assinar um documento comprovando que será realmente o responsável financeiro por você. O responsável precisa ser um parente de primeiro grau.
 
Não é necessário dizer como você conseguiu este dinheiro, apenas que possui o montante necessário para fazer o intercâmbio. 
 
 

A local mais caro para se hospedar em San Francisco

Para aqueles que querem se hospedar em um lugar luxuoso e dinheiro não é problema, o The Fairmont em San Francisco, conta com uma cobertura de 6.000 metros quadrados que custa aproximadamente $15 mil a diária. John F. Kennedy, o príncipe Charles de Gales, Mick Jagger, Tony Bennett, Dita Von Teese, Nat King Cole e Marlene Dietrich são apenas algumas das figuras ilustres que já se hospedaram na Penthouse no Fairmont Hotel. Neste local, também  se reuniram líderes mundiais para elaborar a Carta das Nações Unidas, em 1945.

FairmontSF_12O local foi criado em 1920 pelo arqueólogo americano e historiador de arte Arthur Upham Pope, a cobertura mantém a maior parte de seu charme, embora já tenha passado por uma extensa remodelação realizada por Alexandra Champalimaud em 2010. A cobertura era uma residência privada se até 1981, conta com três grandes quartos, uma sala de estar com piano de cauda, uma sala de jantar formal, uma cozinha profissional, uma biblioteca circular de dois andares coroado por uma rotunda, onde um mapa celestial é processado em folha de ouro contra um céu de safira, e um extenso terraço com vista deslumbrantes de San Francisco. Continuar lendo

San Francisco – Roteiro de 3 dias!!! Parte 3

WHA:

Parte 3- Por Dayse Couto Jones do blog Alô Houston!!!

Postado originalmente em Alô Houston!!!:

Neste dia eu acordei bem animada pois seria o dia em que andaríamos de bondinho pela cidade. Diferente dos outros dias, deixamos o carro no estacionamento próximo ao hotel. Não deixamos no estacionamento do hotel pois era mais caro. Vale a pena procurar um mais barato… ou não!! Os estacionamentos em San Francisco costumam ser bem caros.

Como já falei em outro post o nosso hotel ficava a uma quadra da Union Square. Região super central, perto de tudo, bons restaurantes, boas compras!! Não gostamos do nosso hotel mas a sua localização era realmente muito boa.

Pegamos o cable em frente ao hotel pois lá era o seu ponto final. Pegamos a linha Powell/Mason pois era a linha que nos deixava mais próximos do Pier 33. A inversão do sentido do cable é manual. Muito legal! Todos tiram fotos, as crianças adoram! Tínhamos o citypass que além das…

Ver original 699 mais palavras

San Francisco – Roteiro de 3 dias!! Parte 2

WHA:

Parte 2- Por Dayse Couto Jones do blog Alô Houston!!!

Postado originalmente em Alô Houston!!!:

Acordamos cedo e fomos de carro passar a manhã no Golden Gate Park. Estacionamos o carro próximo do Stow Lake. Programa perfeito para uma manhã de domingo!! A manhã estava ensolarada e com a temperatura super agradável!!

iphone 608

iphone 620

iphone 622

Fizemos uma pequena trilha pela Straberry Hill!! Os meninos adoraram!! Do alto da colina tem uma boa vista do parque mas pensei que seria melhor mas valeu!!

               iphone 615 iphone 619

O Golden Gate Park é um parque bastante movimentado pois os museus atraem um fluxo grande de visitantes. Além dos turistas muitos moradores praticam atividades esportivas como corrida e caminhada por lá. Mais algumas fotos de lá pois na nossa segunda visita o dia estava bem mais bonito!!

iphone 631

Shakespeare Garden

iphone 630

California Academy of Sciences

iphone 625

Japanese Tea Garden

Após a caminhada fomos ao Young Museum que também fica no Golden Gate Park. Ficamos por lá…

Ver original 763 mais palavras

San Francisco – Roteiro de 3 dias!! Parte 1

WHA:

Hoje o blog traz uma contribuição da Dayse Couto Jones do blog Alô Houston!!! Ela esteve com a sua família (marido e filhos) durante 3 dias em San Francisco e aproveitou ao máximo a cidade. O roteiro tem 3 partes, sendo 1 dia para cada uma delas. Vale a pena conferir!

Postado originalmente em Alô Houston!!!:

Reservamos 3 dias inteiros na nossa viagem pela Califórnia para conhecer esta cidade que todos se apaixonam. Claro que aqui em casa não foi diferente!! San Francisco é realmente tudo que eu li sobre ela!! Achei 3 dias suficiente pois fizemos tudo que programamos mas quanto mais dias melhor sempre!! Quem sabe um dia a mais para ir até o Napa Valley!! Dividi este post em três para não ficar muito grande.

Saímos de Carmel bem cedo e seguimos para o norte de carro. Não fomos pela costa para chegarmos mais rápido. A estrada é linda!! Carmel não amanheceu muito ensolarada e a previsão do tempo para San Francisco era parcialmente nublado com o céu totalmente aberto no meio da tarde. Queríamos conhecer San Francisco com sol e céu limpo. Decidimos inverter a ordem das coisas no roteiro original. Fiquem atento ao tempo!!

iphone 331

O clima de San Francisco é bastante…

Ver original 1.039 mais palavras

Tudo o que você precisa saber para trabalhar nos Estados Unidos.

O questionamento mais comuns de diversas pessoas que vem passar uma temporada na Bay Area, é sobre as oportunidades de trabalho na região.

O que muitos não sabem é que conseguir um trabalho por aqui não é uma tarefa tão simples assim, e independente do tipo de trabalho, seja apenas um bico em um restaurante ou um emprego formal em uma grande empresa é necessário obter uma autorização para trabalhar nos Estados Unidos.

O comentário mais popular é: estou indo com o meu visto de turista e quero ficar uns 3 meses estudando e trabalhando, como posso arrumar um emprego por aí? Posso trabalhar com o visto de turista? A resposta é NÃO! Mesmo simples trabalhos informais como ser babá ou entregador de pizza exigem que a pessoa tenha o social security (que é um espécie de CPF Americano) e a autorização de trabalho vinculada ao visto para que possa receber o salário legalmente nos Estados Unidos. Continuar lendo